Felipe Louro Figueira – Auditoria Ambiental

Auditoria Ambiental – Felipe Louro Figueira

Auditoria - Felipe Louro Figueira

Auditoria – Felipe Louro Figueira

Objetivos

O principal objetivo da auditoria ambiental é identificar problemas ambientais provenientes da fabricação de produtos, da operação de processos ou da prestação de serviços, além de criar padrões de boas práticas, verificando sistematicamente se as metas ambientais estão sendo cumpridas.

Tipos de Auditoria Ambiental

  • Auditoria de Adequação – avalia a documentação. Também conhecida pôr “desk audit” precede a auditoria de conformidade. È “estática”, pois o auditor não sai a campo para avaliar a execução das atividades pertinentes;
  • Auditoria da Conformidade – avalia a implementação da documentação do auditado para determinar a conformidade;
  •  Auditoria de primeira parte: Também conhecida por auditoria interna;
  •  Auditoria de segunda parte: o cliente da auditoria é o próprio cliente, atual ou potencial, do auditado ou outra parte com interesse no sistema de gestão;
  •  Auditoria de terceira parte: destinada exclusivamente à certificação independente;
  • Auditoria de Higiene e Segurança – uma avaliação das questões de higiene (saúde) e segurança em relação a instalações ou processos específicos;
  • Auditoria da Qualidade do Produto – avaliação do impacto ambiental em produtos específicos;
  • Auditoria de Fusão e Aquisição (Diligência Devida) – avaliação dos custos ambientais;
  • Auditoria de Risco de Seguro – uma avaliação dos fatores de risco a serem levados em conta para fins de seguro.

Benefícios da Auditoria Ambiental

A auditoria ambiental gera diversos benefícios, dentre eles estão: melhoria na segurança, controle da qualidade e desempenho da gestão ambiental, diminuição dos custos ambientais, melhorando práticas gerenciais e reduzindo o risco de processos judiciais e ainda estimula uma maior conformidade com as normas e regulamentos ambientais.

Termos Utilizados em Auditoria

TERMO

DEFINIÇÃO

 

OBJETO DA AUDITORIA

Atividades, eventos, condições, sistemas de gestão, ou informações a respeito desses assuntos (ISO 14010).

 

ESPECIALISTA

Indivíduo que fornece conhecimento específico, mas não participa como auditor (ISO 14010).

EVIDÊNCIA OBJETIVA

Registros, afirmações sobre fatos ou outras informações daqui podem ser verificadas.

PADRÃO DE AUDITORIA

Políticas, práticas, procedimentos ou outros requisitos contra os quais o auditor compara as evidências objetivas levantadas.

ESCOPO DE AUDITORIA

Limites e extensão da auditoria em termos de localização física, estrutura organizacional e forma de reporte. Quaisquer alterações devem ser submetidas ao auditor e ao cliente da auditoria ou seu representante (ISO 14010)

 Tabela 1: Termos Utilizados em Auditoria

Fonte: Apostila Prof. Eng. MSc. Eder Fonzar Granato

Por: Felipe Louro Figueira

CREA-RJ: 2014109133

www.aseventos.com.br

One thought on “Felipe Louro Figueira – Auditoria Ambiental

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>